Bem Vindos !



A LUZ Da CITÂNIA

Bem Vindos tôdos(as) os que Amam a Lusitânia , tôdos(as) os que Amam Portugal. Estejam á Vontade nesta humilde casa , aonde podem Descansar junto á Lareira do Coração... Do que aqui poderão encontrar, nada vos levará ao sôno da Inconsciência, mas, tal como diz o Nosso Pôvo na sua Sabedoria Milenar, «Não se pode agradar a Grêgos e a Trioânos...». Assim, nem tôdos concordarão com o que aqui está Escrito, mas tudo o que é aqui Dito, foi ( e é) Vivido por mim, Muito embora tantas e tantas vêzes sentido,pensado e escrito por outros/as, outros/as com os/as quais me Identifico, no sentido essencial e mais vasto, porque Irmanados no Passado, no Presente e no Destino Luminôso de Portugal, O Pôrto-Do-Graal.
Poder-se-á Falar aqui de várias tradições espirituais, uma vez que Dêus é só UM, mas a minha, a Nossa Tradição, a de Portugal, é Cristã. Quando me refiro a Cristã, não me refiro a qualquer instituição religiosa organizada, mas á Vivência da Tradição Original Cristã,
Aquela que nos foi Legada por Cristo, o nosso Amado Senhôr. Uma Coisa é Certa: Aqui Amamos a Dêus, o nosso PAI Celestial , a Jesus Cristo, o Seu Filho Dilecto e o nosso Redentôr, á Sua Mãe, a Virgem Mãe Santíssima, e ao Seu Santo Espírito , o Verbo Criadôr,
Porque Êsse Foi( É) o Amôr e A Razão da Existência de Portugal, e o seu Destino Maior.
Nêste pequenino rinchão Rectangular Ancestral de Tamanho Mundial, nêste Balcão que Mira o Atlântico profundo, Portugal aguarda o Regresso da sua Mãe Ancestral, A Atlântida, á Luz da Vastidão do Luso Mar... Por isso mêsmo, não meçam o que aqui vêem, ou ouvem, ou sentem, limitando-vos ás Aparências... A Realidade por Detrás das Aparências, Quer Levar-nos para mais Longe e para Mais Alto...
E como, a Lusitânia da nossa Alma , não tem medida , a nossa querida Mãe do Céu e da Terra não SE Limita, também não existem limites Aqui na Luz da Citânia... o único Limite, se assim me posso expressar, é Ilimitado, Um Rumo Inalterado que nos leva de volta a Cristo. Cristo, não como um conceito vago, ou como religião limitativa, mas como o Verbo Encarnado , o Senhôr e Rey de Portugal e a Génese Espiritual e Existencial Desta Terra de Santa Maria. Santa Maria que É A Luz da Citânia, ou A Terra da LUZ Divina, onde A Mãe Celestial Estabeleceu o Seu Trôno Terreal.
Aqui Ela Está presente há muitos séculos, Algo que o nosso Primeiro Rey, Dom Afonso Henriques, Abençoado por Jesus Cristo na Batalha de Ourique(Abençoando Assim Portugal!), Reconheceu dêsde a primeira Hora da Nação.

Pesquisar neste blogue

03/03/2011

Portugal Está a Voltar a Casa ...

 
 
« 'Primitivos Portugueses' recebeu mais de 32 mil visitantes e vai ser prolongada
28 de Fevereiro, 2011
A exposição Primitivos Portugueses. (1450-1550) O Século de Nuno Gonçalves, que recebeu mais de 32 mil visitantes em três meses e meio, foi prolongada até 23 de Abril, anunciou hoje o Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), em Lisboa.Inaugurada a 11 de Novembro do ano passado, a exposição «tem suscitado um crescente interesse e adesão do público, registando-se semanalmente um aumento gradual de visitantes», indicou a fonte do museu.
A instituição revelou que mais de 32 mil pessoas visitaram a mostra de pintura antiga portuguesa, a primeira edição do catálogo esgotou de imediato e há uma procura crescente de visitas guiadas.
Primitivos Portugueses (1450 e 1550) - O século de Nuno Gonçalves, que deveria ter encerrado no domingo, dia 27 de Fevereiro, vai continuar patente no MNAA até 23 de Abril de 2011.
A mostra reúne 160 obras do período dos Descobrimentos, o património mais rico da pintura portuguesa, segundo os especialistas do museu que possui no seu acervo muitas peças deste período.
Inserida nas Comemorações do Centenário da República, a mostra tem duas sedes, uma em Lisboa, no MNAA, com cerca de 140 obras, e outra no Museu de Évora, com mais duas dezenas de pinturas de mestres luso-flamengos do século XVI.
A exposição assinala os 100 anos da redescoberta pública dos célebres Painéis de São Vicente de Fora, do pintor português do século XV Nuno Gonçalves, e recorda ainda os setenta anos da mostra de pintura organizada no âmbito da Exposição do Mundo Português.
As obras são provenientes em um terço do acervo do próprio MNAA, que possui a maior colecção de pintura antiga portuguesa, e ainda de colecções de norte a sul do país, e algumas vindas do estrangeiro, nomeadamente de França, Itália, Polónia e Bélgica.
No MNAA, o pintor Nuno Gonçalves está no centro de um núcleo com os Painéis de São Vicente, considerada uma obra-prima da pintura portuguesa. »

Sem comentários :

Enviar um comentário